Opiniões sobre Claudio Lacerda

 

Imprensa


 

Opiniões

“Na contramão das duplas que perseguem a fama fácil turvando as fontes da música sertaneja, o cantor e compositor Cláudio Lacerda mergulha fundo na raiz (...)”. “Cantor de belo timbre, presença marcante no palco e compositor talentoso, (...) Cláudio tem um bom cartão de visitas: o CD Alma Lavada, de 2004, já mostra o caminho das pedras que ele trilha agora”.
(em matéria publicada em 27/08/2005 no jornal O Estado de São Paulo.)
Lauro Lisboa Garcia, crítico musical “Desde da primeira vez que eu ouvi o disco, eu me apaixonei, não só pela consistência dele como compositor mas pela voz dele e a maneira como o disco foi arranjado. A música (regional), como todas as manifestações populares, vai se renovando a medida que o tempo vai passando e novos elementos vão sendo incorporados. O Cláudio é uma pessoa que assimilou esses elementos e os incorporou na sua música de uma forma muito inteligente, que faz com que a música não perca o toque regional, de música de raiz, mas que aponte pra um caminho futuro, pra frente. Isso é fundamental, porque senão a gente fica correndo atrás do próprio rabo. Dessa leva de compositores mais jovens, eu acho que ele é um dos grandes expoentes.” Ivan Vilela, arranjador e violeiro. “O Cláudio Lacerda é uma pessoa preocupada com qualidade musical, com a qualidade cultural que tem dentro da música, não está muito preocupado em fazer produtos de moda e isso é a melhor qualidade que um artista pode ter hoje, não ta muito preocupado com modismo, o artista ta aí pra mostrar o que ele faz, não o que os outros gostam e eu acho que ele faz isso”. Zé Paulo Medeiros, cantor e compositor. “O Cláudio tem um grande talento, mas o mais importante é a identidade dele com o que faz. A moçada nova é prova de saúde A renovação é sempre importante e fundamental, pois é ela que dá dinâmica na música”. Renato Teixeira, cantor e compositor. “Quando uma pessoa é dotada de grande talento – e o Cláudio é um grande instrumentista, compositor e interprete – e tem uma maneira de ser que contagia as pessoas, ela traz consigo um reforço inestimável para esse segmento da música brasileira que, embora cresça sistematicamente e tenha o carinho e atenção do público, tem infelizmente pouco espaço na mídia. Pelo respeito, amplidão e bom gosto do repertório que escolheu, buscando influências que não são aquelas bombardeadas pela mídia, Cláudio Lacerda demonstra claramente ser um jovem atento, que procura respostas sozinho sem se deixar conduzir”. Paulo Simões, cantor e compositor. “Cantadô que carrega no peito um coração brasileiro, voz que se entrega à viola como a lua se entrega ao violeiro. Cláudio Lacerda, companheirinho que conheci recentemente e me encantei com a sensibilidade e pureza de quem canta com alma caipira.” Chico Lobo, violeiro e cantador. “Na minha opinião, Cláudio Lacerda é uma das melhores vozes (se não a melhor) surgidas na música caipira nos últimos anos. Seu canto seguro, encorpado e despretensioso merece vida muito longa!” André Domingues, crítico musical “Cláudio é violeiro das soluções simples e claras que cativam pela beleza singela das canções que suavizam a alma. Entra na roda com seu violão e vai se achegando.” Guilherme Rondon, cantor e compositor "A música regional brasileira, com todos seus temperos, com todas as cores e aromas de tantos recantos escondidos, encontra na voz e, principalmente, na alma lavada de Cláudio Lacerda uma moldura repleta de alumbramento. A voz carregada de noites de luares, de prosa ao pé de fogão de lenha, com a boa cachaça por companheira. A alma descansada numa rede de varanda, lavada pelas águas que brotam das pedras. Abram a roda da boa canção. Vem se achegando um caboclo cheio de poesia e musicalidade pra nos encantar. Que venham muitos outros trabalhos repletos desse tempero tão brasileiro." Nilson Ribeiro, compositor e cantador